21 março, 2017

Dia mundial da poesia


“Todos os dias deveríamos ler um bom poema, ouvir uma linda canção, contemplar um belo quadro e dizer algumas palavras bonitas.”
Goethe, escritor alemão (1749-1832)

 
Hoje eu li RENOVA-TEde Cecília Meireles, jornalista, escritora e professora brasileira (1901-64) e amei.

Renova-te.
Renasce em ti mesmo.
Multiplica os teus olhos, para verem mais.
Multiplica os teus braços para semeares tudo.
Destrói os olhos que tiverem visto.
Cria outros, para as visões novas.
Destrói os braços que tiverem semeado,
Para se esquecerem de colher.
Sê sempre o mesmo.
Sempre outro. Mas sempre alto.
Sempre longe.
E dentro de tudo.

(Foto da net)

4 comentários:

  1. Cecília Meireles... um marco da poesia brasileira! Adoro ela. Conta da vida, com simplicidade, e gosto disso. Renovação, sempre!
    E esse pensamento de Goethe, é preciso coisas belas para esquecermos um pouco da vida, ainda mais quando ela se apresenta como madrasta para muitos, para nações inteiras. Precisamos do belo.
    Beijo, querida!

    ResponderEliminar
  2. Tão de primavera a imagem do livro que transborda:)! O poema de Cecília Meireles lembrou-me, na aspiração, alguns sonetos de Florbela.
    Temos sorte em haver poetas, saber que existem e poder lê-los, tê-los ao alcance da mão. Contudo, pouco pensamos no bem que nos importam. Envelhecemos a recuperar os pequenos gostos, o prazer das coisas mínimas, vamos enchendo a vida de nadas que avivam. E talvez viremos ao mundo outro olhar.
    Que tenha sido um bom dia para a poesia, os poetas e os leitores. E que ela se tenha dado a conhecer a muita gente. É preciso cultivar o espírito poético, cujo me parece acrisolado.

    ResponderEliminar
  3. É, sem dúvida, um poema lindo e com razão.

    ResponderEliminar
  4. Olá Teresa.
    Quem é grande admirador de Cecília Meireles só pode dizer que fizeste uma excelente escolha, tanto em relação à poetisa como em relação ao poema. Parabéns.
    Abraços.
    Pedro

    ResponderEliminar