11 novembro, 2014

"As pontes da vida" - Vítor Gomes e Alfredina Ribeiro

TRAPOS DE TERNURA
Sabes
Queria ter sido a tua boneca
Feita de trapos e segredos
Pintada com as cores
Da tua inocência
E vestida com mil afectos

Queria ter sido a tua boneca
Para descobrir o mundo contigo
Dentro do teu próprio mundo
Recolheria os teus medos
Mas noites escuras da imaginação

Queria ter sido a tua boneca
Para te ver crescer na vida
E caminhar por ela suavemente

Queria ter sido a tua boneca
E sobre as rugas do tempo
Saborear os frutos da tua existência
Em velhas brincadeiras com sangue novo

Queria ter sido a tua boneca
Para um dia te ver partir
Na empoeirada prateleira da memória
Carregada de sonhos escondidos
Num recanto profundo da tua alma
Queria sido a tua boneca.

Lindo, lindo, lindo!

Sem comentários:

Enviar um comentário